quarta-feira, 11 de Junho de 2008

A Europa assiste a uma corrida de lesmas em câmara lenta. Irá acordar no 1º acidente?












A ANEDOTA em que se transformou o nosso País:
-Uma adolescente de 16 anos pode fazer livremente um aborto mas não pode pôr um piercing.
-Na escola um professor é agredido por um aluno. O professor nada pode fazer, porque a sua progressão na carreira está dependente da nota que dá ao seu aluno.
- Um jovem de 18 anos recebe €200 do Estado para não trabalhar; um idoso recebe de reforma €236 depois de toda uma vida do trabalho.
-Um marido oferece um anel à sua mulher e tem de declarar a doação ao fisco.
-O mesmo fisco penhora indevidamente o salário de um trabalhador e demora 3 anos a corrigir o erro.
-O Estado que queria gastar 6 mil milhões de euros no novo Aeroporto da Ota recusa-se a baixar impostos porque não tem dinheiro.
-Nas zonas mais problemáticas das áreas urbanas existe 1 polícia para cada 2 000 habitantes; o Governo diz que não precisa de mais polícias.
-Numa empreitada pública, os trabalhadores são todos imigrantes ilegais, que recebem abaixo do salário mínimo e o Estado não fiscaliza.
-Um professor é sovado por um aluno e o Governo diz que a culpa á das causas sociais.
-Numa entrevista à televisão, o Primeiro-Ministro define a Política como 'A Arte de aprender a viver com a decepção'.
- O café da esquina fechou porque não tinha WC para homens, mulheres e empregados, no Fórum Montijo a WC da Pizza Hut fica a 100mts, nem tem local para lavar mãos.
- O governo incentiva as pessoas a procurarem energias alternativas ao petróleo e depois multa quem coloca óleo vegetal nos carros porque não paga ISP (Imposto sobre produtos petrolíferos).
- O ministério do ambiente incentiva o uso de meios alternativos ao combustível, no edifício do ministério do ambiente não há estacionamento para bicicletas, nem se sabe de nenhum ministro que utiliza a bicicleta.
- Nas prisões é distribuído gratuitamente seringas por causa do HIV, mas como entra droga nas prisões?
- No exame final de 12º ano és apanhado a copiar chumbas o ano, o primeiro-ministro fez o exame de inglês técnico em casa e mandou por faxe e é engenheiro.
- Um jovem de 14 mata um adulto, não tem idade para ir a tribunal, um jovem de 15 leva um chapada do pai, por ter roubado dinheiro para droga é violência doméstica.
- Uma família a quem uma casa ruiu e não tem dinheiro para comprar outra o estado não tem dinheiro para fazer uma nova, tem de viver conforme podem, 6 presos que mataram e violaram idosos numa sela de 4 e sem wc privado, não estão a viver condignamente e associação de direitos humanos faz queixa ao tribunal europeu.
- Militares que combateram em África a mando do governo da época não lhes é reconhecido nenhuma causa nem direito de guerra, o primeiro-ministro elogia as tropas que estão em defesa da pátria no KOSOSO, AFEGANISTÃO E IRAQUE.
- Começas a descontar em Janeiro o IRS e só vais receber o excesso em Agosto do ano que vem, não pagas as finanças a tempo e horas passado um dia já estas a pagar juros.
- Fechas a janela da tua varanda e estas a fazer uma obra ilegal, constrói-se um bairro de lata e ninguém vê.
- Se o teu filho não tem cabeça para a escola e com 14 anos pões a trabalhar contigo num oficio respeitável, é exploração do trabalho infantil, se és artista e o teu filho com 7 anos participa em gravações de telenovelas 8 horas por dia ou mais a criança tem muito talento, sai ao pai ou à mãe.
- O primeiro-ministro diz que o serviço de saúde com as medidas tomadas está mais prático e eficiente, não há registo de na última década alguém ter visto, ministro, esposa ou enteados nos SAP?s.
-Pagas 0.50€ por uma seringa na farmacia para dar um medicamento ao teu filho, se ele fosse drogado, não pagava.

segunda-feira, 2 de Junho de 2008

Resistências internas comprometem reforma dos Cuidados Primários, denuncia anterior equipa

Apesar do Ministério da Saúde enaltecer o trabalho da Missão

Resistências internas comprometem reforma dos Cuidados Primários, denuncia anterior equipa

02.06.2008 - 21h17 Margarida Gomes

Ausência de projecto, resistência à concretização da reforma [dos cuidados de saúde primários], falta de inteligência para entender e gerir aquilo que é inerente a qualquer processo de mudança e incapacidade de estabelecer vias de comunicação e cooperação eficazes com as ARS [Administrações Regionais de Saúde] e pontes com o gabinete ministerial”, são algumas das razões que pesaram no pedido de demissão da anterior equipa da Missão para os Cuidados de Saúde Primários (MCSP) e que constam de um documento a que o PÚBLICO teve acesso.
Neste processo pesou uma outra razão: a
incapacidade pessoal do coordenador Luís Pisco para enfrentar a resistência que os organismos da administração de saúde, muito em particular, as ARS, estava a desenvolver e que previsivelmente se agudizaria contra o papel atribuído pelo Governo à MCSP na coordenação do processo de lançamento e implementação dos ACES [Agrupamentos de Centros de Saúde]”.
Preocupados em explicar
com rigor o que verdadeiramente interessae o que ospreocupa relativamente ao desenvolvimento e consolidação da reforma”, os dez elementos da antiga Missão, que se dizem vítimas de umlinchamento mediáticoelencam as oito tarefas que a MCSP deveria estar a concretizar, dando cumprimento à resolução do Conselho de Ministros 60/2007, e a um desígnio apontado pelo próprio coordenador, numa sessão pública, realizada em Viseu, em Maio de 2007, com a presença do ministro da Saúde, na qual Luís Pisco disse que 2007 seria “o ano dos ACES (sic).
Resto do artigo em http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1330956 
EU NÃO ACREDITO EM BRUXAS,
MAS QUE AS HÁ,
ISSO NÃO DUVIDO

quinta-feira, 29 de Maio de 2008

Muitíssimos

segunda-feira, 26 de Maio de 2008

Alucinações a dois tons

sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Tuberculosis Not The Only Risk From New Immunological Drugs

ScienceDaily (May 23, 2008) — A new survey cautions physicians that drugs commonly prescribed for patients suffering from immunological disorders such as rheumatoid arthritis and inflammatory bowel disease may carry risks of serious infections other than the known risk of tuberculosis.

As many as 50 million Americans may suffer from immunological disorders that are treated with drugs that suppress immunity. Among these drugs are agents that inhibit tumor necrosis factor-á (TNF), a cytokine receptor involved in cellular communication. It is known that anti-TNF therapies are associated with an increased risk of tuberculosis.

The new survey of infectious diseases physicians indicates that there is probably greater risk for other serious infections in these patients. Survey respondents reported 73 cases of Staphylococcus aureus, 56 cases of histoplasmosis, and 32 nontuberculosis mycobacterial infections among patients using these immune-modulating therapies, compared to 17 tuberculosis cases.

Kevin Winthrop, MD, of the Oregon Health and Sciences University, said: "While much attention has so far focused on tuberculosis cases occurring in patients using anti-TNF therapies, our findings suggest that nontuberculosus mycobacterial infections, histoplasmosis, and invasive S. aureus infections might all be occurring more frequently than TB in this setting within the United States."

Patients are usually screened for tuberculosis prior to initiating anti-TNF therapy and this should continue, say the authors. However, clinicians should be vigilant not just for TB, but also for nontuberculosis mycobacterial infections in patients who are beginning or using these drugs, particularly those patients with underlying lung disease from rheumatoid arthritis, emphysema, or other conditions. In addition, clinicians should also be vigilant for mycobacterial infections in patients using rituximab (Rituxan), as a small number of the cases reported in this series occurred in patients using this B lymphocyte depletion therapy.

The survey published is in the June 1 issue of Clinical Infectious Diseases, currently available online.

The survey was conducted via the Emerging Infections Network of the Infectious Diseases Society of America. The network comprises about 900 infectious diseases physicians, who communicate via fax or the Internet. In this survey, 426 network members from throughout North America reported on the tuberculosis or nontuberculosis mycobacterial infections that they had seen in the previous six months. This survey and its results highlight the utility of the network as an active surveillance tool for emerging infectious complications associated with new drug therapies.

terça-feira, 20 de Maio de 2008

Corrente

Gasolina

Caros amigos e conhecidos cibernautas venho por este meio divulgar um movimento que interessa a todos.

Leiam o texto em baixo ou espreitem estes 2 sites:
http://o-povo-vai-nu.blogspot.com/
http://www.maisgasolina.com/combustivel-mais-barato/

EU JÁ PARTICIPO!!!!

COPIEM E REENCAMINHEM PARA O MAIOR Nº DE PESSOAS.

"BOICOTE NACIONAL ÀS GASOLINEIRAS - PRÓXIMO BOICOTE:

26 de Maio a 8 Junho

Estamos num país conhecido por ter um povo conformista e comodista.

Pois bem, a contar com isto, as gasolineiras exploram o povo a seu "bel-prazer" sem que haja notícias de que o preço diminua.

Se pensarmos bem, o aumento do preço de combustíveis, significa que fica mais caro o transporte de variados produtos de consumo essencial para todos nós. O que faz com que, por arrasto, todos os preços de bens e serviços aumentem.

Supondo que não estamos num país de gente abonada, considera-se uma boa chance de tentarmos mostrar que afinal de contas, o dinheiro que conseguimos receber ao fim do mês é cada vez mais necessário para a nossa sustentação.

Como tal, é proposto por este movimento que se abdique de colocar combustível em todas as grandes gasolineiras pelo máximo tempo possível, com o objectivo de que as gasolineiras se apercebam que algo vai mal para os seus lados, e comecem a tornar o seu preço mais competitivo.

Mas para isso acontecer terá que haver coordenação, e saber onde podemos, e não podemos abastecer. Assim são propostas as seguintes datas para boicotar marcas específicas, conseguindo desta forma um maior impacto:

26 de Maio a 8 Junho - Galp
9 Junho a 22 Junho - BP
23 Junho a 06 Julho - Repsol

Em alternativa às mesmas, segue uma lista de postos de abastecimento com combustíveis mais baratos, bem perto de si:

www.maisgasolina.com/combustivel-mais-barato/

Todos juntos é mais fácil!"

Texto retirado de http://o-povo-vai-nu.blogspot.com/

domingo, 18 de Maio de 2008

Passeio

Levantei-me de madrugada, percorri umas centenas de quilómetros.
Ao fim do dia senti-me estranho, febril, com arrepios.
Não tinha levado nem a mala de urgência, nem o livro de receitas.
Fui à urgência do Hospital da região.
-" O Sr devia ir ao sacu do CS"
-" mas eu não sou de cá, e além do mais se o Sr PM em igualdade de queixas foi ao SU do Hospital de Stº António do Porto e até lhe receitaram um antibiótico, tenho direito e exijo o mesmo atendimento/tratamento" - dixe

.......................

até parece continuação do post anterior
GRANDAPORTUGALE

.......................

assim como assim, uma ajudita ao dito cujo em: http://www.dgs.pt/?cr=12637